Com apoio da ANCAT, CENTCOOP dá suporte a 24 cooperativas de reciclagem no Distrito Federal

Home NotíciasCom apoio da ANCAT, CENTCOOP dá suporte a 24 cooperativas de reciclagem no Distrito Federal
1

Com apoio da ANCAT, CENTCOOP dá suporte a 24 cooperativas de reciclagem no Distrito Federal

Comments off

Rede promove consciência ambiental e inclusão social para catadores e catadoras de reciclagem da capital brasileira.

A Central de Cooperativas de Materiais Recicláveis do Distrito Federal e Entorno – CENTCOOP-DF, há 11 anos auxilia e dá suporte a vinte e quatro cooperativas e associações de Coleta Seletiva e Triagem do Distrito Federal e Região. Com sede localizada em Brasília, beneficia atualmente em torno de três mil catadores e catadoras, sendo 60%  mulheres.

Desde a sua fundação, em agosto de 2006, a Rede CENTCOOP já proporcionou inclusão social e oportunidade de superação socioeconômica para aproximadamente 4 mil catadores e catadoras do DF e entorno. A partir de projeto realizado em parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento – BNDES, a CENTCOOP conquistou 160.000m² de terreno para a construção de galpões para as cooperativas da rede.

A Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis – ANCAT, desde 2012 presta assistência técnica às cooperativas e associações da CENTCOOP. Com o projeto Reviravolta, criado pela ANCAT em parceria com a Coalizão de Empresas do Setor de Embalagens, nove cooperativas da rede foram beneficiadas com a doação de equipamentos e melhorias da infraestrutura, com planos futuros para beneficiar as demais cooperativas. O objetivo do projeto Reviravolta é apoiar a estruturação das organizações de catadores para fomentar a sua inserção no sistema de logística reversa.

Para o processo de coleta seletiva, logística e processamento, as cooperativas contam com 7 caminhões, carroças, mesas de triagem e esteiras mecânicas. As somas de produção de todas as cooperativas da CENTCOOP resultam em média 100 a 300 toneladas de fardos recicláveis por mês.

Segundo Aline Sousa da Silva, representante da CENTCOOP, um dos maiores desafios que a rede enfrenta atualmente é a Inclusão Sócio Produtiva de todos os catadores do lixão da Estrutural, no qual está sendo planejado pelo Governo do Distrito Federal por meio de um escritório de Projetos do gabinete do governador. “Outro desafio é garantir que o Governo inclua nos programas de garantia de trabalho as cooperativas que ainda sofrem com pouca infraestrutura e investimento”, completa.